Entrevista: Paola Cecchi entrevista Samuel Gonsales durante o Fórum e-Commerce Brasil 2017

Paola Cecchi entrevista Samuel Gonsales durante o Fórum e-Commerce Brasil 2017

 

Paola questionou Samuel sobre as necessidades inerentes ao fluxo de caixa em uma empresa e ele respondeu com 4 dicas, a saber:

 

  1. Conciliação de Fretes

As empresas não devem confiar cegamente na conta de frete apresentada por seus fornecedores de transportes, devendo assumir como uma boa prática conciliar os fretes para aferir se os valores cobrados correspondem aos valores contratados.

2. Conciliação de Cartões

Em um exemplo prático Samuel mencionou que uma venda no e-Commerce tem em média 5 parcelas que precisam ser conciliadas, levando em consideração as taxas (adquirentes, sub-adquirentes ou gateways), os prazos de pagamento e eventuais chargebacks.

Empresas que não conciliação cartões podem ter diferenças significativas em seus fluxos de caixa.

3. GMROII

Samuel recomendou que as empresas conheçam detalhadamente a margem de cada item vendido, devendo focar no aumento das vendas dos itens que mais geram lucro para o negócio.

Assim, tais empresas, podem alcançar mais dinheiro, mais rapidamente.

4. Ciclos financeiros.

Samuel chamou a atenção para o fato de que muitas empresas compram para pagar, por exemplo, com 60 dias para pagamento e vendem, por exemplo, em 5 parcelas, ou seja, com 150 dias para recebimento.

Nesse meio, há um gap de 90 dias entre o maior prazo de pagamento a fornecedores e maior prazo de recebimento dos consumidores. Esse 90 dias precisam de capital de giro para manter o negócio funcionando sem desequilíbrio.

 

Paola questionou, também, sobre como as empresas podem gerenciar as atividades citadas acima e Samuel respondeu indicando a utilização dos sistemas ERP, foco de seu primeiro livro que foi lançado durante o Fórum e-Commerce Brasil 2017.

Além dos sistemas ERP, Samuel indicou, aquelas empresas que não tenho um sistema ERP adequado às conciliações e ferramentas indicadas acima, que busquem sistemas de conciliação de fretes e de cartões que existem no mercado.

 

Assista à entrevista nesse vídeo:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *